Que bicho te mordeu?

Que bicho te mordeu?

Que bicho te mordeu? Foi só deitar a cabeça no travesseiro e sentir as primeiras sensações do sono, e um zumbido impertinente e agudo vem aos ouvidos. Em seguida, você passa a sentir uma coceira nos pés, e tem a sensação que levou uma ferroada de um pernilongo. Momentos depois, outra picada. Que insetos impróprios, e que tanto perturbam são esses? Porque eles picam? Eles podem transmitir alguma doença? Essas e outras questões, que podem ajudar você a entender detalhes sobre a vida desses voadores, como eles procriam e o que fazer para controlá-los.

Os mosquitos são especialistas em picar. Eles possuem uma série de sensores para encontrar presas, dos tipos:

  1. Sensores químicos

    Os mosquitos são sensíveis ao dióxido de carbono e ao ácido láctico a uma distância de 36 metros. Os mamíferos e pássaros liberam esses gases como parte do processo normal de respiração. Do mesmo modo, certos produtos químicos presentes no suor também atraem os mosquitos. Assim, as pessoas que não transpiram muito não costumam receber tantas picadas;

  2. Sensores visuais

    Se as roupas contrastam com o ambiente, as picadas são certas. Principalmente, se os mosquitos percebem movimentos associados à vestimenta. Eles apostam que qualquer movimento é sinal de “vida”, com bastante sangue disponível no local em que ele ocorre;

  3. Sensores de calor

    Mosquitos podem detectar o calor, e encontrar mamíferos e pássaros de sangue quente, com muita facilidade à curta distância.

Somente as fêmeas picam e costumam-se alimentar de sangue humano. Com o intuito de reproduzir, elas colocam seus ovos em pequenas quantidades de água limpa. E podem ser vetores de doenças graves como a febre amarela e a dengue.

Já as moscas domésticas, espécie mais comum no Brasil, alimentam-se de fezes, escarros, pus, produtos animais e vegetais em decomposição, açúcar, frutas entre outros. Além disso, elas transmitem mais de uma centena de organismos patogênicos para o homem e animais domésticos – entre eles tipos de vírus, bactérias, protozoários e helmintos. Os ovos desse inseto são brancos e alongados, medindo cerca de menos de 1 mm. Eventualmente, são colocadas massas de 75 a 170 ovos de cada vez, num total de 500 a 800. E são depositados em qualquer matéria orgânica fermentável como lixo, fezes, etc.

A Tsuzuki conta com profissionais técnicos especializados e produtos de alta qualidade. Serviços de dedetização em residências – casas e apartamentos, e ambientes corporativos – indústria, comércio, escolas, restaurantes, hospitais, entre outros.

Infestações causadas por insetos voadores são um grande inconveniente. Se você vem sofrendo com mosquitos e pernilongos, entre em contato conosco agora mesmo e solicite um visita técnica gratuita.